Somos uma rede de solidariedade que conecta mulheres que sofrem ou sofreram violência de gênero a uma rede de psicólogas e advogadas dispostas a ajudá-las de forma voluntária. Diante da pandemia do coronavírus, as mulheres estão mais expostas à violência doméstica. Por isso, estamos em busca de profissionais de todo o Brasil para prestar atendimento presencial ou online gratuito a quem nos solicita ajuda. Para participar, clique em "Quero ser voluntária" e faça parte desta luta! Se você busca ajuda, clique em "quero ser acolhida".
Por favor, diga o que você procura:













Saiba + sobre nossas Diretrizes, clicando aqui. Acesse o Termo de Voluntariado, disponível aqui.





















Durante a quarentena, procurar ajuda ficou mais difícil, afinal, os serviços públicos de enfrentamento à violência contra as mulheres tiveram que se adaptar ao novo contexto. Ao mesmo tempo, a cada dia que passa vemos o aumento dos casos de violência.

Diante disso e com o objetivo de dar uma resposta ágil para as mulheres que mais precisam de nós neste momento, o Mapa do Acolhimento lançou o #TôComElas: uma mobilização nacional que reuniu voluntárias de todo o Brasil para atualizar as informações dos serviços públicos de proteção às mulheres. O resultado, você encontra abaixo:














"Participar como voluntária do Mapa do Acolhimento vai além de oferecer atendimento de psicoterapia gratuito às mulheres vítimas de violência. É ter a oportunidade de fazer parte de uma rede protetiva bem articulada e segura, que tem empenho em garantir um espaço efetivo para que essas mulheres sejam sensivelmente consideradas, acolhidas e fortalecidas em seus direitos e dignidade."

Erica, psicóloga voluntária do Mapa do Acolhimento

"Ter conhecido o Mapa do acolhimento foi incrível, desde o primeiro contato já me senti acolhida realmente. A equipe é super comprometida e disposta a nos ajudar. Eu tenho 20 anos e já passei pela violência física, sexual, e psicológica. Quando conheci a terapeuta, não fazia ideia que ela seria tão importante pra mim. Já estou em tratamento a 8 meses e já consigo ver as coisas se amainarem dentro de mim, vendo sempre uma luz e esperança por dias melhores. Esse projeto é sem sombra de dúvidas muito importante e faz diferença na vida de mulheres como eu, que buscam alívio para as dores e feridas que a vida nos causou.."

Anônima, acolhida por meio do Mapa do Acolhimento









Você sabia que todos os dias 606 mulheres sofrem algum tipo de violência doméstica? Que 40% dos feminicídios acontecem dentro de casa? E que a cada 11 minutos uma mulher é estuprada no Brasil? Um problema que se agrava diariamente, não pode esperar nem mais um segundo.

​Graças ao apoio de mais de 1.000 doadores em 2017, iniciamos o processo de expansão do Mapa do Acolhimento e chegamos às 27 capitais do Brasil em 2018. Depois, no final de 2019, com mais 1.000 doadores, conseguimos arrecadar os recursos necessários para desenvolver uma tecnologia que irá automatizar os encaminhamentos e implementar uma grande estratégia de cadastro e formação gratuita de milhares de novas voluntárias. Assim, garantiremos que todas as mulheres que pedem ajuda sejam atendidas com a rapidez necessária!

Para além disso, temos uma equipe fixa contratada e uma série de outros custos fixos para manter nosso trabalho. Por isso, toda contribuição ajuda - e muito!

Para apoiar, você pode fazer uma doação mensal e ajudar a garantir que nenhuma mulher fique desamparada em uma situação de violência!

Escolha um valor abaixo para doar:



Se você chegou até aqui com alguma dúvida, entre em contato com a gente pelo e-mail: contato@mapadoacolhimento.org.

Vamos receber a sua mensagem com muito carinho! <3





 




O Mapa do Acolhimento é um projeto do NOSSAS, uma rede de ativismo que defende a democracia articulando pessoas, compartilhando metodologias e desenvolvendo tecnologias para mobilização.

Vem com a gente! Siga nossas redes para ficar por dentro de tudo que fazemos: